Reportagem especial: “ouviu meu filho” Roberto Torres é reconhecido pelo talento e décadas de trabalho no rádio

Nossa reportagem entregou ao radialista muriaeense, Roberto Torres que ficou famoso por seus chavões: “Ouviu meu Filho” , “Da boca da urna” e “O da escuta” em seus programas matinais “Detalhes de uma Cidade” e Cidade Geral” o TROFÉU ARTISTAS DO RÁDIO um reconhecimento pelas décadas de trabalho dedicadas ao rádio muriaeense.

Roberto Torres teve grande  projeção regional com sua voz mansa, ponderada, respeitosa e de bom humor, além da seriedade e credibilidade também conquistadas nas ondas do rádio.

Em 1958, começou a trabalhar na Rádio Muriaé, primeiramente, como operador de som, depois locutor, logo após produtor, e em seguida diretor de Rádio. Na sua trajetória de radialista apresentou os grandes artistas e políticos da época. Trabalhou também na Rádio Atividade AM. Seus programas de mais destaques foram: “Detalhes de uma cidade” e “Cidade Geral”.

Um de seus marcos, em todas as áreas ou funções exercidas, principalmente como radialista, era fazer críticas, sempre construtivas. Não existia em suas falas ou apelos, tanto ao legislativo, executivo e judiciário, ou em outras áreas, palavras ditas com ofensas ou rancor. Sempre procurou ser a voz do povo e dos mais necessitados.

SAIBA MAIS DA HISTÓRIA DO RADIALISTA ROBERTO TORRES clicando logo abaixo em “Leia Mais”.

SUA HISTÓRIA: 

Roberto Torres de Paula, nasceu em Miraí-MG, no dia: 09 de setembro de 1942, filho de Antônio Ferreira de Paula e Arina Torres de Paula, seu sendo filho caçula de uma família de 13 irmãos. Começou seus estudos no Grupo Escolar Justino Ferreira, aos 07 anos.

Mudou-se para Muriaé onde estudou na Escola Particular da Professora Olímpia de Brito, na Escola Silveira Brum e foi aluno da primeira turma do Ginásio José Eutrópio, tendo estudado também na Escola São Paulo.

Após servir ao Tiro de Guerra em Muriaé, trabalhou no comércio local no Bazar São Paulo, do seu cunhado Flávio Siqueira. Depois de um tempo, recebeu do saudoso irmão Walter Torres, gerente do Banco Crédito Real, de Vitória-ES, convite para prestar concurso para o referido Banco, obtendo sucesso.

Tempos depois, recebeu convite para trabalhar novamente em Muriaé-MG, no Ginásio Orlando de Lima Faria, que acabara de se instalar na cidade. Deu tudo de si para ajudar esta querida Escola, que hoje em dia é uma das melhores escolas estaduais da região.

Em 1970, foi escolhido para paraninfar a turma de Pré-Acadêmicos da Escola. Roberto também trabalhou na E. E. Padre Maximino Benassatti e na 13º Delegacia Regional de Ensino, onde prestou concurso para o quadro permanente de técnico de Mecanografia-Telex (EMBRATEL/Juiz de Fora-MG).

Em 1958, começou a trabalhar na Rádio Muriaé, primeiramente, como operador de som, depois locutor, logo após produtor, e em seguida Diretor de Rádio. Criou os chavões “OUVIU MEU FILHO”, “DA BOCA DA URNA”.

Na sua trajetória de radialista apresentou os grandes artistas e políticos da época. Trabalhou também na Rádio Atividade AM. Seus programas de mais destaques foram: “Detalhes de uma cidade” e “Cidade Geral”. Um de seus marcos, em todas as áreas ou funções exercidas, principalmente como radialista, era fazer críticas, sempre construtivas. Não existia em suas falas ou apelos, tanto ao legislativo, executivo e judiciário, ou em outras áreas, palavras ditas com ofensas ou rancor. Sempre procurou ser a voz do povo e dos mais necessitados.

OUTROS RECONHECIMENTOS

Em 1979, recebeu o título de Cidadão Honorário Muriaeense.
Em 1986, recebeu moção número 2386-86 da Câmara Municipal de Belo Horizonte-MG.
Em 1988, recebeu a Palma Legislativa da Câmara Municipal de Carangola.
Em 1993, Certificado Ação Global da Rede Globo/SESI.
Em 1999, Honra ao Mérito da Comunidade Negra de Muriaé, por serviços prestados à causa negra.

Foi membro do Conselho de Jurados da Comarca de Muriaé por 10 anos.

Eleito Vereador em 1982, foi o mais votado do PMDB, tendo sido também, no seu mandato, Presidente da Câmara Municipal de Muriaé de 1985/1986 e de 1983/1984 e 1987/1988 atuou como Secretário da Câmara Municipal de Muriaé.

Roberto foi também, por muitos anos, Agente do ECAD, em Muriaé e região (Direitos Autorais). Como Presidente da Cooperativa Habitacional (ASPEMGE) de Muriaé, conseguiu que fossem construídas 94 casas, formando o Bairro BNH, hoje em dia: Bairro São Francisco.

Foi Ex-Presidente da Pastoral da Comunicação (Fundação “Padre Enio Martin”). Católico praticante desde criança, foi o 1º a trazer para o Rádio local reflexões religiosas.

Casado com a professora Irene Cascardo de Paula, teve 3 filhos: Luciana Cascardo de Paula Salvato (Oficial Judicial do Fórum de Muriaé), Roberta Cascardo de Paula (Bacharel-Contadora) e Leonardo Cascardo de Paula (Analista de sistemas-Professor). De seus filhos, vieram 2 netos: Mariana de Paula (filha de Roberta com Marco Antônio de Paula) e Igor de Paula Salvato (filho de Luciana com Magno Batista Salvato).

“O HOMEM PASSA E SUA HISTÓRIA FICA”.

Ver Mais Notícias

13 Comments

  1. Roberto Torres é um grande homem,conheço ele há muitos anos,lembro quando era pequena ele me apelidou de ximbica,brincando com meu nome que é Indira.Sempre foi muito amigo de meu falecido pai Gilberto Leal,que na época também era locutor de rádio.Roberto Torres merece qualquer tipo de reconhecimento,pois sempre lutou pelos direitos dos Muriaeenses,homem bom,honesto e carismático.Um grande abraço ao senhor e toda sua família.

  2. Bonita e merecida homenagem ao nosso grande amigo ROBERTO TORRES. É digno de todas as homenagens pela sua simplicidade, seu bom carater e sua honestidade.Parabéns Silvam em homenagear  quem realmente merece. Parabéns meu amigo e colega de trabalho  na Escola Estadual Prof. Orlando de lima Faria.  Um forte abraço.

     

     

     

  3. Figura ímpar o nosso Roberto Torres. Um dos melhores contadores de “causos” das Grotas de Constantino, como costuma se referir à nossa Muriaé. Também sabe muito da política de outrora, dos puaias e dos goteiras. Roberto é do tempo da missa cantada, dos carros de bois e da rapadura de cana caiana. Tem história, tem prosa e tem estilo, além de uma personalidade impecável.

  4. Há coisas e fatos que ficam guardados na mente da gente que nunca se apaga, Roberto Torres é uma dessas coisas, parece que está aqui neste momento com sua programação da Rádio. Não posso deixar de falar da Tia Irene , minha querida e amada professora,, amo vocês!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *