Muriaeense grava vídeo pedindo segurança para a Estrada Vermelho-Muriaé, palco de acidentes constantes

Os constantes acidentes da Estrada Vermelho-Muriaé (BR-356); a falta de acostamento e os animais na pista vem preocupando os usuários da rodovia (sob o domínio do Estado), e também os moradores de Muriaé e do distrito de Vermelho.

Esta semana o muriaeense, Pedro Bandeira Neto, morador do Dornelas, gravou um vídeo após um acidente envolvendo um familitar. "Foi leve, mas poderia ser grave", disse pedindo mais cuidados com a rodovia que precisa de segurança e para isso, a implantação de redutores, ciclovia e área de pedestre. Pede ainda que os registros de ocorrências sejam feitos aqui em Muriaé, e não depender de Ubá.

Ver Mais Notícias

6 Comments

  1. Como cidadão, tem que revindicar, protestar, colocar fogo em pneus, para que chame a atenção dos responsáveis. Para que eles tomem as decisões. Povo unido jamais será vencido. Parabéns Silvan, pela reportagem.

  2. Vou e volto todo dia nessa rodovia, o mais necessário nessa pista é o acostamento, todo dia nos deparamos com animais nessa pista( cavalos, bois, cachorros), mas também com constantes charretes se encontrando com veículos leves como carros e linha pesada como as carretas que sobem e descem do minério segurança mínima, sobre os animais vemos muita displicência dos proprietários, os deixam vagando a noite.

    Lembrando que com direção deferensiva se previne muito dos acidentes

    1. parabens quanto  ao texto abaixo,; sou usuario desta rodovia tambem, principalmente de madrugada, porem acho correto a instalacao de radar, uma vez que trata-se de regiao que vem apresentando alto indice de violencia,e quebra mola poderia facilitar acoes de criminosos, principalmente a noite.

  3. Acho que devem fazer igual foi feito lá no Divisório. Colocar quebra molas do Cardoso de Melo até a saída do Vermelho para Pirapanema, com intervalo de uns 200 metros entre eles. Aí não acontece mais acidentes.

    Muito boa a solução lá do Divisório. Garanto que lá não acontece mais acidentes.

Deixe uma resposta para Márcio Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *