Recreio e Região querem andar nos trilhos. Acompanhamos uma das reuniões do Projeto “Trem Turístico Rio-Minas”

O prefeito de Recreio, José Maria fez a abertura da reunião

Vagões que foram adquiridos do trem “Vitória-Minas”

Na parede da Estação Recreio, uma bela recordação do século passsado

Nossa reportagem foi até a cidade de Recreio (57 Km de Muriaé) onde está sendo estruturado o projeto Turístico do “Trem Rio-Minas” de iniciativa da ONG “Amigos do Trem” que já conta com importantes parceiros e patrocinadores nesta fase. Na cidade acompanhamos mais uma reunião que foi realizada no Centro Cultural Aristides Dorigo, na antiga Estação Ferroviária e o objetivo foi reunir as lideranças locais e construir ideias estratégias para o recebimento do Trem Turístico Rio-Minas.

A mesa de trabalho foi formada pelo prefeito de Recreio, José Maria André de Barros; pelo presidente da Câmara Municipal de Recreio, Paulo Henrique Ferreira da Silva; pelos assessores da Prefeitura para que acompanhem o projeto, Henrique Garbero e Marcelo Andrade; pelo  Analista Técnico do SEBRAE-MG na Zona da Mata e Vertentes, sede Cataguases, Marco Antônio Mendonça e pela Gestora do Circuito Serras e Cachoeiras, Sônia Maria Dias.

O prefeito, José Maria, em entrevista à nossa reportagem disse que nesta etapa apresentavam o SEBRAE-MG em mais uma reunião, e que os municípios precisam de um de suporte para aproveitar melhor o projeto do Trem Rio-Minas que vai passar por Cataguases, Leopoldina, Recreio, Volta Grande, Além Paraíba, Chiador, e no estado do Rio de Janeiro nas cidades de Sapucaia e Três Rios.

O assessor da Prefeitura de Recreio, Henrique Garbero, que conduziu os trabalhos, disse que é uma coisa nova por isso as reuniões, debates junto aos municípios. “Imagina um vagão com 150 turistas ou passageiros, chegando a uma cidade? Temos que ter algo de suporte. O intuito é capacitar as cidades para que elas consigam extrair o máximo deste investimento que está sendo feito” disse.

O percurso definido até o momento será de 165 Km, dividido em duas linhas: uma que sairia de Cataguases-MG até Além Paraíba-MG e a outra de Três Rios-RJ até Além Paraíba-MG (cidade do ponto de junção). Recreio será uma cidade de passagem e terá parada também.

Para o Analista Técnico do SEBRAE-MG na Zona da Mata e Vertentes, sede Cataguases, Marco Antônio Mendonça, o papel do SEBRAE-MG será de apoiar a cadeia produtiva de serviço e ajudar a preparar a estrutura de uma forma mais competitiva, de melhor qualidade, para que a cadeia produtiva possa de forma competente agregar valor, para que o turista fique satisfeito e desta forma, cada vez mais conseguir um número maior de atrativos e de pessoas físicas participando da microrregião para o aumento da geração de emprego e renda.

Ver Mais Notícias

5 Comments

  1. Belermino andou de trem e andou de barco. Andou taméim de carro, de mota, bicicreta, cavalo, avião, canoua  e de navio. Num ando de elevadô e num entro no trem fantasma e nêim ando a pé na istrada  im vorta da mêia noite. Se vái trazê o trem, traz taméim o maquinista Hermóige e o Neca malêro.

  2. Alerto para todos que forem usar este… Que grande parte das linhas férreas que vão ser usadas já existe a anos e que sem um manutenção preventiva visando encontrar rachaduras nos trilhos, é um abraço para acidentes… Tudo se trata de um comércio e nele alguém deseja lucrar… Sendo assim o custo para prevenção de ocorrências é certamente reduzido até que aconteça a primeira desgraça.

    Um grande abraço… Tomem cuidado… 

  3. Acho que o nosso país , está de marcha ré , no cenário de transporte , ´porque um país de tamanho continental como o nosso, depender de caminhões somente é muito atraso e vergonhoso , e o pior,  as nossas estradas no geral são péssimas e pagamos altos impostos e pedágios caros , então os trens é asolução para nós , nos transportes e turismo .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *