Demsur fala sobre obra no Trevo da Consulplan. Dono de mina havia questionado

NOTA OFICIAL: “A respeito da obra de drenagem pluvial no bairro Augusto de Abreu, o Demsur esclarece que o trabalho que está sendo realizado não tem nenhuma relação com os alagamentos que já ocorrem nas áreas próximas.

No local há um córrego que foi precariamente canalizado na década de 90, pelos proprietários do loteamento Augusto de Abreu. A galeria é antiga, com paredes de pedra e sem um leito de sustentação. Devido à precariedade dessa estrutura, atualmente, parte dela encontra-se em ruínas, sem qualquer possibilidade de recuperação, inclusive apresentando afundamento da via pública.

A obra que está sendo executada é tão somente para desviar o córrego canalizado no trecho onde houve colapso da estrutura. Aliás, é importante destacar que a galeria original possui seção quadrada de 1,20m, o que representa uma área interna de 1,44m². Neste local o Demsur está instalando tubos com 1,50m de diâmetro, que possui área interna igual a 1,77m², ou seja, aumentando a área para escoamento das águas neste trecho.

O Setor Técnico do Demsur se coloca inteiramente à disposição dos moradores e comerciantes da região para esclarecimentos adicionais que se fizerem necessários”.

Ver Mais Notícias

6 Comments

  1. O Demsur arrumou uma forma elegante de dizer que estão corrigindo uma ….agada feita anteriormente por quem fez o loteamento, ou seja, todos nós contribuintes estamos pagando por uma obra mau feita no passado.

    1. Não provo nada, só estou falando que hoje o demsur está gastando dinheiro nosso pra corrigir o erro de alguém. É só ler e interpretar o que eu disse.

  2. Quem fez a Galaria Foi Jose Abreu em junho de 1999 sem lisenca ambiental na epoca, quase ele ia canalizar a cachoeira tbm na mesma epoca, o meio ambiente de UBA embargou restante da galeria entre 2000 a 2001.

  3. Aqui na Rua Belisário na Barra tem uma manilha de 1,20 de diâmetro que faltam apenas 50 metros ara chegar na Av Monteiro de Castro. Obra que acabaria com o alagamento da Monteiro de Castro e Vitor Atadeu.

    1. Amigo compara obra José Abreu com a rua belísario foi inútil, obra em questão e um corrego em colapso a qualquer momento e te mais de 20 anos, feita nas coxas …ainda sem licença ambiental, ali corre risco de afundar rua qualquer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Close