Caso dos “corpos carbonizados”: Polícia Civil vai ao ES e prende o último acusado

Veículo suspeito de ter sido usado no crime foi apreendido no ES

Tudo teria começado com um trator roubado em Miraí-MG

5 PRESOS: GRANDE OPERAÇÃO CHEGA AO FINAL COM O NOME DE “NOSFERATUS: THE END”

Polícias Civis de Muriaé e do estado do Espírito Santo realizaram nesta terça-feira (15) a Operação NOSFERATUS: THE END uma alusão ao final de um grande trabalho investigativo da Polícia Civil de Muriaé que tem cinco presos acusados de envolvimento na morte de dois homens encontrados carbonizados dentro de um veículo Cross Fox, branco, incendiado na estrada de chão que liga o distrito de Itamuri à BR-116, fato ocorrido na Sexta-feira Santa deste ano.

“A Operação foi conjunta em Linhares/ES quando foi preso o último integrante suspeito de participação em Duplo Homicídio, onde os corpos foram encontrados carbonizados, na Estrada de acesso ao distrito de Itamurí.

Na noite de terça-feira (14) Agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) e da Agência de Informações e Inteligência Policial (AIP) da 4a DRPC prenderam, no município de Linhares/ES, L. A. de 26 anos. Ele é suspeito de participação no Duplo Homicídio.

De acordo com as investigações, conduzias pelo titular da DHPP, Tayrony Espíndola, o L. teria participado ativamente da execução das vítimas, inclusive, utilizando seu próprio veículo, uma caminhonete Mitsubishi, modelo L200, de cor prata. Outras quatro pessoas já haviam sido presas e segundo o delegado, L. era a última peça do quebra-cabeças.

“O Crime foi planejado e executado com requintes de extrema crueldade contra as vítimas, que foram surpreendidos numa emboscada macabra, sem qualquer chance de defesa”, afirmou Espíndola. Em sede policial, L. confessou a prática criminosa, dando detalhes da ação praticada.

Em parceria com a Polícia Civil capixaba, através de levantamentos e trabalho de Inteligência, os Agentes conseguiram chegar até o município de Linhares/ES, onde estaria um trator roubado em Miraí e recuperado na ação, que serviu como pano de fundo para atrair e emboscar as vítimas.

Através de mais uma parceria bem sucedida com a Polícia Civil capixaba, na pessoa dos delegados Romel Júnior e Leandro Esperandil, os Agentes de Muriaé se deslocaram para Linhares/ES onde passaram a monitorar silenciosamente os passos do investigado, até o momento exato e preciso da abordagem, que contou com todo o apoio logístico da 16a Delegacia Regional de Polícia Civil daquela localidade.

Recambiado para Muriaé, de onde provém o Mandado de Prisão, o L. ficará à disposição da Justiça”. informa a Polícia Civil de Muriaé.

Ver Mais Notícias

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *