Tragédia do voo 447 da Air France completa 10 anos. Casal muriaeense estava a bordo

Sr. Ferdinand Porcaro e dona Sônia

10 ANOS: TRAGÉDIA DO VOO 447 DA AIR FRANCE DEIXOU 228 MORTOS, ENTRE ELES 58 BRASILEIROS (DOIS MURIAEENSES). 154 CORPOS ENCONTRADOS E 74 DESAPARECIDOS. 

A família Porcaro de Muriaé e amigos, assim como todo o Brasil, relembram os 10 anos da Tragédia do Voo 447 da Air France, que saiu do Rio de Janeiro para Paris, às 19h29 do dia 31 de maio de 2009, e caiu algumas horas depois no meio do Oceano Atlântico, quando deixaria de ser acompanhado pelo radar do Brasil e passaria a ser acompanhado pelo radar de Senegal, África Ocidental.

Neste voo estava o casal, Ferdinand Porcaro, de Eugenópolis-MG e dona Sônia Cordeiro Porcaro, que morou muitos anos em Muriaé, pois ele era médico e foi um dos fundadores do Hospital São Paulo. Depois mudou para o Rio de Janeiro.

O corpo dela jamais foi encontrado, apenas o dele, e suas cinzas se encontram em um jarra na Igreja Católica que frequentavam na Barra da Tijuca, no Rio. Pouco antes da tragédia, estiveram em Muriaé e na Matriz São Paulo comemoraram o aniversário de casamento.

O casal deixou quatro filhos: Márcia, Mônica, Cláudia e André, que moram no Rio.

SOBRE O VOO: No dia 31 de maio de 2009, às 19h29min (horário de Brasília), o voo Air France AF 447 partiu do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão com destino ao Aeroporto Internacional de Paris-Charles de Gaulle, em Paris. Estavam no voo, além de 12 tripulantes, 216 passageiros, incluindo um bebê e sete crianças. Dos passageiros adultos, 82 eram mulheres e 126 homens. Com duração de 10h34min, o voo deveria pousar em Paris às 11h03min locais — 6h03min no horário de Brasília (9h03 UTC).

Foto: Parte de fuselagem do voo AF 447 que caiu no Oceano Atlântico em 31 de maio de 2009 com 228 pessoas a bordo (Foto: AFP)

Ver Mais Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *