VAI UM PASTEL DE JILÓ AÍ?

Chegando na feira da Ponte Brum (Centro) ou da região da Rodoviária é comum ver sempre alguém a espera na barraca de pastel. Ao perguntar os sabores, na barraca do Cemi, por exemplo, logo informa que tem os tradicionais carne e queijo e mais seis sabores, e um deles nos chamou a atenção, o pastel de jiló com calabresa, produto já conhecido de muitos que vão à feira somente pra comer essa novidade. Tinha até um pessoal de São Paulo provando.

Conversando com o pasteleiro de profissão, Acemir Moia, que trabalhou em pastelarias famosas de Muriaé, ele disse que após deixar de trabalhar nestes comércios, passou a vender salgados na rua, e um certo dia ele e esposa ouviram no rádio alguém falando que na feira não tinha pastéis e aí ele disse: “temos que montar uma barraca lá e vai ser na semana que vem, e assim foi, arrumamos o ponto, e já faz 10 anos de feira, e a especialidade é pastel e caldo de cana”. A barraca trabalha com 8 sabores entre eles carne, queijo, carne seca, palmito, frango, frango com catupiri, presunto e muçarela e o jiló com calabresa.

O de jiló com calabresa surgiu quando a Escola Pinguinho de Gente contratou o pasteleiro para fazer pastéis em um evento do Dia dos Pais, e lá uma senhora (a proprietária, Maria Lúcia), perguntou a ele se não fazia pastel de jiló, dizendo que adorava o produto. “Fizemos com uns 2 Kg de jiló, no início as pessoas ficaram um pouco de receio, com relação ao amargo”.

Já no bairro da Barra oferecemos a novidade, e um casal que não queria, mas provou, agora todo domingo vem à feira para comer o pastel de jiló com calabresa. Vejo que foi bem aceito. Sempre sai quentinho” disse o Acemir Moia Bagre.

Curiosidade: “O jiló é uma fruta, sabor amargo bastante característico, parente da berinjela, do pimentão e do tomate.

Ver Mais Notícias

5 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *