Polícia Civil de Muriaé anuncia três prisões

Polícia Civil anuncia mais duas prisões de suspeitos do caso do homem carbonizado, encontrado em outubro, em uma estrada da zona rural de Muriaé

A Delegacia de Homicídios da Polícia Civil de Muriaé, anunciou nesta segunda-feira a prisão de mais dois homens suspeitos do assassinado de um homem que também teve o corpo carbonizado, crime ocorrido no dia 27 de outubro na zona rural de Muriaé. A vítima ainda não foi identificada oficialmente.

“Homicídio ocorrido na madrugada de 27 de outubro quando um corpo carbonizado, ainda não identificado, foi localizado numa estrada rural que dá acesso à Fazenda Campo Formoso II. De acordo com as investigações, o crime teria sido cometido em retaliação pelo fato de a vítima ter subtraído armas de fogo que pertenciam a um grupo criminoso que atua no bairro Santa Terezinha.

Esse mesmo grupo foi investigado pela Polícia Civil, em 2018, pela prática de tortura, quando foram gravadas e divulgadas imagens de um jovem sendo agredido e castigado por ter supostamente subtraído uma caixa de som da Associação de Moradores do Santa Terezinha. Os suspeitos foram capturados em suas residências, no bairro Santa Terezinha, conduzidos até a sede da Delegacia, de onde foram encaminhados ao Presídio”, relata o delegado do caso, Tayrony Spíndola.

Delegacia de Capturas da Polícia Civil de Muriaé, prende suspeito de assassinato e de molestar criança. Mandado de Prisão é de Vespasiano

A Polícia Civil de Muriaé informou no fim da tarde desta segunda-feira (09), que a DECAP (Delegacia de Captura) realizou a prisão de um homem que estava com Mandado de Prisão em aberto, suspeito de ter molestado uma criança de 6 anos. O investigado é também suspeito de homicídio. O homem de 36 anos foi preso no bairro Vale Verde, em Muriaé e o Mandado de Prisão é do ano de 2016 é de Vespasiano-MG. O fato pode ter ocorrido em 2015.

Ver Mais Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *