Enchente em Muriaé: Defesa Civil diz que recuo das águas dos rios está sendo lento

“De acordo com informações que levantamos em campo, o Rio Preto e Muriaé, lentamente, começaram a recuar. Nós da COMPDEC, acreditávamos que esse recuo seria mais tarde, mas devido a sua considerável vazão somado a ausência de chuvas no município e entorno, esse retorno está acontecendo de forma antecipada. Continuaremos nosso monitoramento constante, com toda equipe do NUPDEC na maioria das áreas afetadas pela inundação, verificando a diminuição das águas nas ruas de nossa cidade.

VEJA MAIS FOTOS… clique em “Leia Mais”.

DAQUI A POUCO A PONTE SOBRE O RIO GLÓRIA QUE CONTINUA INTERDITADA E ITAMURI.

Ver Mais Notícias

4 Comments

  1. Então, PREFEITO, as galerias no subsolo destas ruas alagadas suportariam e evitariam alagamentos como estes e piores como de novembro de alguns anos atrás?
    Tenho que voltar a falar: Adianta alguma coisa fazer pequenas galerias subterrâneas nestas regiões de ruas alagadiças? Não adianta nada! A água precisa é de caimento para que escoe sem formar “remansos”/grande poças que fazem as águas transbordarem e saírem da calha. Se tivesse pronto o projeto alagamento zero deste Prefeito o alagamento seria o mesmo, só que uns espertalhões teriam superfaturado e embolsado nosso dinheiro e as águas teriam enchido tudo do mesmo jeito. Tem é que pegar onde tem caída, das cachoeiras do Rosário, do Encoberta etc, onde há desnível, subir derrocando pedras, afundando e alargando o leito do rio. Mas o principal é dar meios para que haja caimento para que as águas escoem e não volte a ter alagamentos como estes. O Prefeito Silveira Brum e outros da época dele já sabiam disso e o fizeram na Cachoeira do Rosário, há praticamente um século atrás e os atuais administradores se recusam a fazer o que há de ser feito!

    1. Concordo em tudo meu amigo, não precisa ser engenheiro pra ver q estas obras são pra enfeitar pavão, gastar nosso dinheiro, que de nada vai adiantar, o q tem q ser feito é tirar toda sujeira deixada no fundo do nosso Rio Muriaé, fazer bacias grande e profundas, somente assim podemos diminuir um pouco, as enchentes,

      1. Concordo com você, só discordo da construção bolsões. Se represas e bolsões resolvessem não ocorreria o mesmo com o Rio Glória que possui imensa represa em Patrimônio dos Carneiros, onde se poderia controlar parcialmente o escoamento das águas das cabeceiras do Glória, mas ocorre o mesmo que acontece com o Rio Muriaé: são regiões de cabeceiras muito grandes e não é possível controlar todas essas águas chegando de uma vez só. Só dando vazão e principalmente caída às águas das áreas urbanas passaram lixo e direto sem formar remansos/represas/bolsões alagatórios.

  2. Gostaria de parabenizar o colega internauta gente por sua opinião correta e novamente critica o prefeito que não respeita a natureza , exemplo: fazer obras como este alagamento zero em época de chuvas,no verão todos nós, e até os burros sabem que não se deve fazer aterros ou escavações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *